Me voy de Viaje
www.turismotailandes.com

Meditación


A base da sociedade tailandesa funda-se nos princípios do budismo. Destes fundamentos, resulta a essência da meditação tailandesa.

Meditar significa exercitar a própria mente de forma a alhear-se do próprio ego, cuidando, em seu lugar, das coisas exteriores a si próprio: verdade, amor, compaixão e paz.

Para além dos centros de cura termais, existem muitos centros profissionais onde se pode aprender e praticar a meditação: o Centro Internacional de Meditação Budista no Wat Mahatan de Banguecoque, o Centro de Meditação Wat Kow Tham de Koh Phangan, Surat Thani e o Centro de Meditação Vispassana Viwek Asom em Chon Buri são os mais conhecidos, de entre aqueles que oferecem cursos completos.

As duas maiores formas de meditação budista são samantha e vipassana, conhecidas conjuntamente como bhavana.

Cada uma delas tem objectivos diferentes: a primeira conduz à tranquilidade e à concentração; a segunda à meditação e à busca interior. De qualquer modo, é essencial combinar estas duas disciplinas, para se conseguir alcançar o pleno desenvolvimento e equilíbrio da própria mente.

Outra forma é a meditação Metta ou “do amor pela amabilidade”, ensinada por Buda aos monges que viviam num bosque cheio de serpentes. Os monges estavam continuamente a ser mordidos por estes animais e, por essa razão, decidiram perguntar a Buda a forma de resolverem o problema. Este ensinou-os o amor pela amabilidade para com as serpentes. Os monges seguiram o seu conselho e começaram a respeitar os répteis que, a partir daí, deixaram de constituir uma ameaça para eles.

Este tipo de meditação é composto por quatro níveis, que ensinam a pensar de maneira tranquila e a desenvolver algumas capacidades mentais, como a fé e o amor pela amabilidade. Contudo, Buda, o Grande Mestre, estabelecia que cada um devia primeiro avaliar pessoalmente as experiências, de modo a encontrar o caminho mais adequado à sua própria forma de ser.

Na Tailândia, os ensinamentos para a meditação estão abertos a todos. O caminho a seguir é o da informação sobre as diferentes técnicas, ir ver e depois experimentar, para encontrar o caminho mais adequado à situação que está a viver.